Home / Imprensa / Notícias / Delegação da ENH visita Tailândia para reforço da cooperação com parceiros locais

Delegação da ENH visita Tailândia para reforço da cooperação com parceiros locais

Delegação da ENH visita Tailândia para reforço da cooperação com parceiros locais

Maputo, 2 de Abril de 2019 - Uma delegação da Empresa Nacional de Hidrocarbonetos (ENH) visitou, em Março último, Tailândia, com o objectivo de estreitar relações de cooperação com empresas do ramo daquele país asiático, nomeadamente a petrolífera estatal PTT e suas subsidiárias.

Além de visitar os escritórios da PTT e da sua subsidiária de pesquisa e produção PTTEP, a delegação da ENH, encabeçada pelo Presidente do Conselho de Administração (PCA), Omar Mithá, visitou vários locais de interesse da empresa e do sector bem como manteve encontros com parceiros e outras figuras chaves do ramo de petróleo e gás da Tailândia.

 

Dentre os locais escalados pela delegação moçambicana constam o Departamento de Combustíveis Minerais, a PTT LNG Company Limited e a PTT Global Chemical Public Limited Company bem como o Parque Industrial de Map Ta Phut.

 

De referir que a PTTEP é parceira da ENH na Área 1 da Bacia do Rovuma, que é operada pela Anadarko, contando também com a participação da ENH bem como da Mitsui, ONGC, OIL e BPRL.

 

Com um potencial de recursos de 31 trilhões de pés cúbicos de gás natural, o campo Golfinho-Atum é um dos projectos da Área 1, cujo Plano de Desenvolvimento (PoD) foi aprovado, em Fevereiro último, pelo governo.

 

Por outro lado, a PTT faz parte do conjunto de empresas que poderão comprar o LNG da Área 1, tendo esta se comprometido a adquirir 2,625 milhões de toneladas por ano, num contrato que aguarda ainda a aprovação do Governo da Tailândia.

 

“A PTT referiu que o mercado Tailandês está a registar uma crescente procura deste recurso, visto que a política do país tem estado a ser direccionada ao uso de gás natural como fonte de geração de energia”, indica um relatório sobre a visita, anotando que “a PTT considera que Moçambique constitui uma fonte bastante atractiva para a obtenção deste recurso”.

 

Na ocasião, o PCA da ENH referiu que os projectos de LNG de Moçambique pretendem garantir a independência energética do país bem como alcançar outros mercados da região.

 

Omar Mithá enalteceu ainda o cometimento da PTT e das suas subsidiárias pelo projecto de Moçambique, sendo um dos exemplos disso a pretensão desta em adquirir parte do LNG da Área 1. Entretanto, Mithá apelou para que sejam envidados todos os esforços necessários para a conclusão do processo de compra e venda dos 2,625 milhões de toneladas.

 

De referir que além do PCA, a delegação da ENH que visitou a Tailândia incluía também o Administrador Comercial, Benjamim Chilenge, o Director Comercial e de Marketing Internacional, Pascoal Mocumbi, e o técnico da ENH Logistics Rijcard Manuel.

  • Atualmente 0 de 5 estrelas.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Avaliado: 0/5 (0 votos realizados)

Obrigado por avaliar!

Você já avaliou esta página, você só pode avaliar uma vez!

Your rating has been changed, thanks for rating!

Log in to rate this page.

  • %ª Edição do MMEC

    %ª Edição do MMEC