Home / Imprensa / Notícias / Assinado memorando para reforço da capacidade técnica da ENH

Assinado memorando para reforço da capacidade técnica da ENH

Assinado memorando para reforço da capacidade técnica da ENH

Maputo, 5 de Outubro de 2017 – A Empresa Nacional de Hidrocarbonetos (ENH) assinou, em Setembro último, um memorando de entendimento com a organização holandesa de pesquisa TNO visando o desenvolvimento da capacidade técnica na área de petróleo e gás em Moçambique.

O memorando foi assinado pelos administradores dos pelouros de Pesquisa e Produção, Tavares Martinho, e Comercial, Benjamim Chilenge, em nome da ENH, e pela Directora Executiva de Pesquisa Geológica da TNO nos Países Baixos, Tirza van Daalen, um acto testemunhado pela Embaixadora dos Países Baixos em Moçambique, Pascalle Grotenhuis.

A cooperação entre as partes tem o objectivo de desenvolver as competências da ENH pela TNO, através da aplicação e adaptação de conhecimentos técnicos e tecnologias do sector de petróleo e gás nas acções diárias e nas ambições da empresa.

Falando na ocasião, o Administrador do pelouro de Pesquisa e Produção, Tavares Martinho, disse que este acto constitui um marco importante para o início da colaboração entre a ENH e a TNO, que é uma entidade especializada em matérias de geologia de petróleo e gás.

“A nossa empresa vai beneficiar deste memorando através de trabalhos de investigação e de tecnologia na área de geologia de petróleo e gás e isso está conjugado à nossa política de formação de técnicos e a perspectiva de, a curto prazo, sermos uma empresa de referência ao nível nacional, regional e internacional, tornando-se operador”, disse o administrador da ENH.

Tavares Martinho explicou que, a partir de já, os técnicos da ENH serão submetidos a uma formação específicas sobre matérias de tratamento de dados com vista a melhorar a sua performance.

Por seu turno, o Administrador Comercial destacou o papel que tem sido assumido pelos Países Baixos na formação de quadros moçambicanos e destacou a importância deste memorando para o reforço da capacidade técnica da ENH.

Benjamim Chilenge disse ser importante a implementação deste memorando, pois “se assinarmos e dormimos por cima dele e não implementarmos, não acontecerá nada. Não haverá mudança nenhuma”.

A Directora Executiva de Pesquisa Geológica da TNO nos Países Baixos, Tirza van Daalen, explicou que este memorando resulta das conversações havidas nos últimos meses entre a sua organização e a ENH, tendo se estabelecido como prioritária a contribuição na área de pesquisa, particularmente na transferência de conhecimento e gestão de dados.

“Este memorando é muito importante para nós porque muitas coisas estão a acontecer em Moçambique na área da pesquisa de petróleo e gás e a ENH tem estado a registar passos importantes e nós gostaríamos de dar a nossa contribuição nesse processo”, disse Daalen.

Este memorando é válido por três anos renováveis.

  • Atualmente 0 de 5 estrelas.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Avaliado: 0/5 (0 votos realizados)

Obrigado por avaliar!

Você já avaliou esta página, você só pode avaliar uma vez!

Your rating has been changed, thanks for rating!

Log in to rate this page.

  • %ª Edição do MMEC

    %ª Edição do MMEC